Ir para Conteúdo

Notícias

Paços do Concelho recebem primeira reunião do mês de julho
12 jul '22 | Institucional
Paços do Concelho recebem primeira reunião do mês de julho
Sessão de trabalho do executivo marcada pela concessão de apoios a instituições do concelho e a munícipes.   A Câmara Municipal de Arronches recebeu na tarde desta segunda-feira, dia 11 de julho, mais uma reunião ordinária do executivo camarário, representado na sessão pelo presidente, João Crespo e pelos vereadores Maria João Fernandes, João Luís Feiteira e Nuno Costa. Esta reunião ficou marcada pela concessão de apoios a associações para a realização das suas atividades, sendo também os munícipes contemplados, desta feita com na atribuição de mais dois apoios ao abrigo do Programa de Apoio à Fixação de Famílias Jovens, ambos na modalidade de apoio à infância. Também como grande destaque desta sessão, foi aprovada a proposta efetuada no sentido de ser atribuído um subsídio ao Centro de Bem-Estar Social de Arronches no montante de 34.900,00€, destinado ao pagamento da reformulação do projeto técnico de reabilitação e ampliação das instalações da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas do CBES. Igualmente aprovada pelos membros presentes foi a proposta que visa recorrer à reserva de um procedimento concursal, levado a efeito anteriormente, para recrutamento de mais três colaboradores para os lugares de auxiliar de ação educativa. Antes da sessão terminar, foi ainda abordado o auto de vistoria a um imóvel sito em Arronches que se encontra em elevado estado de degradação. Considerando que o mesmo coloca em perigo a segurança de quem transita na via pública e visando o bem estar da população, o Município vai notificar o proprietário para efetuar as obras de conservação necessárias.
FAE regressa em grande
12 jul '22 | Sociedade
FAE regressa em grande
Espaço Multiusos do Rossio recebeu nos últimos dias muitos milhares de pessoas que fizeram da XI Feira de Atividades Económicas de Arronches um grande sucesso.   Depois do intervalo forçado de dois anos, a Feira de Atividades Económicas de Arronches regressou neste ano de 2022 e foi entre 7 e 10 de julho que o Espaço Multiusos do Rossio recebeu um grande evento com atividades para todos os gostos que fizeram as delícias dos muitos milhares de pessoas que passaram pelo certame ao longo dos quatro dias, visitando os expositores presentes e desfrutando da excelente gastronomia do concelho, quer nas tasquinhas presentes, quer no restaurante da própria feira, espaço que serviu mais de 2 100 refeições. Depois da inauguração do certame na quinta-feira e das atuações dos grupos Pilha Galinhas, grupo coral ‘Vozes à Janela’ e da artista Sónia Costa, a feira continuou logo na tarde de sexta-feira com a realização do I Concurso de Ovinos Merino Alemão na Zona Agropecuária e com as atuações noturnas do Grupo das Pedrinhas de Arronches e do grupo espanhol R.A.Y.A. que com as suas rumbas e sevilhanas levaram ao delírio o muito público presente. A noite terminou ao som da música do DJ Grouse. Sábado, pela manhã realizou-se o VI Concurso de Ovinos Raça P3 e Ile-de-France, enquanto a tarde ficou reservada pelo I Concurso de Ovinos Charollais. A animação noturna começou por levar a palco o grupo da casa ‘Verde Maio’ que, posteriormente, deu lugar ao artista Diogo Piçarra, um dos grandes nomes do panorama musical português e que colocou em êxtase o público mais jovem, com temas bem conhecidos do grande público. A música com que terminou o sábado ficou a cargo de Oskar DJ. No domingo, a manhã ficou guardada para o III Concurso de Ovinos Suffolk, procedendo-se ao início da tarde a entrega de prémios de melhor expositor ‘Rebanhos da Nossa Terra’. Ao final da tarde, realizou-se o IX Concurso do Rafeiro do Alentejo. Para a noite, o palco principal do certame foi preenchido pelo talento do artista arronchense Miguel Gromicho, terminando então esta festa com a atuação da artista Ana Bacalhau, que regressou agora a Arronches a solo, depois de já ter passado por esta vila então como vocalista do grupo ‘Deolinda’. O Município de Arronches congratula-se com o sucesso desta edição daquele que é o maior evento do concelho, prometendo continuar a trabalhar para que o mesmo tenha cada vez mais qualidade.   Nota: Mais imagens no álbum de fotos completo na página do Facebook do Município de Arronches.
Aviso à População - Incêndios Rurais - Alerta Máximo
11 jul '22 | Ambiente
Aviso à População - Incêndios Rurais - Alerta Máximo
Declaração da Situação de Contingência   ALERTA Incremento do nível de alerta para VERMELHO - Perigo Meteorológico de Incêndio Rural - PARA A TOTALIDADE DO TERRITÓRIO NACIONAL em vigor das 00.00h do dia 11e as 23.59h do dia 15 de julho 2022. - EFEITOS EXPECTÁVEIS Aumento da dificuldade das ações de supressão aos incêndios rurais em consequência do aumento da temperatura, baixa humidade relativa do ar e aumento gradual do grau de secura dos combustíveis; - MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO A ANEPC e a Câmara Municipal de Arronches recomendam a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor, e tomando especial atenção ao perigo de incêndio neste período, disponível junto dos sítios da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais dos municípios e dos Corpos de Bombeiros. Fonte: ANEPC 1-Declara-se situação de contingência entre as 00h00 de 11 de julho de 2022 e as 23h59 de 15 de julho de 2022, para todo o território continental, podendo a mesma ser prolongada caso a situação assim o determine. Sem prejuízo de outras restrições ou condicionamentos previstos no Decreto-Lei n.º 82/2021, de 13 de outubro, na sua redação atual, determina-se a adoção das seguintes medidas, de caráter excecional: 2- Sem prejuízo de outras restrições ou condicionamentos previstos no Decreto-Lei n.º82/2021, de 13 de outubro, na sua redação atual, determina-se a adoção das seguintes medidas, de caráter excecional: a) Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem, com as exceções previstas no n.º 2 do artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 82/2021, de 13 de outubro, na sua redação atual, nomeadamente o acesso, a circulação e a permanência de residentes permanentes ou temporários e de pessoas que ali exerçam atividade profissional; b) Proibição da realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração; c) Proibição de realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais; d) Proibição de realização de trabalhos nos demais espaços rurais com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta-matos, destroçadores e máquinas com lâminas ou pá frontal; e) Proibição da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas. 3 - A proibição prevista nas alíneas c) e d) do número anterior não abrange: a) Os trabalhos associados à alimentação e abeberamento de animais, ao tratamento fitossanitário ou de fertilização, regas, podas, colheita e transporte de culturas agrícolas, desde que as mesmas sejam de carácter essencial e inadiável e se desenvolvam em zonas de regadio ou desprovidas de florestas, matas ou materiais inflamáveis, e das quais não decorra perigo de ignição; b) A extração de cortiça por métodos manuais e a extração (cresta) de mel, desde que realizada sem recurso a métodos de fumigação obtidos por material incandescente ou gerador de temperatura; c) Os trabalhos de construção civil, desde que inadiáveis e que sejam adotadas as adequadas medidas de mitigação de risco de incêndio rural. 4 - A declaração da situação de contingência implica: a) O imediato acionamento de todos os planos de emergência e proteção civil nos diferentes níveis territoriais; b) A passagem ao Estado de Alerta Especial de nível vermelho, do DECIR, para todos os distritos, com mobilização de todos os meios disponíveis; c) O reforço do dispositivo dos Corpos de Bombeiros com a contratualização de até 100 novas Equipas, mediante a disponibilidade dos Corpos de Bombeiros; d) A elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas, considerando-se para o efeito autorizada a interrupção da licença de férias e a suspensão de folgas e períodos de descanso; e) O aumento do grau de prontidão e mobilização de equipas de emergência médica, saúde pública e apoio social, pelas entidades competentes das áreas da saúde e da segurança social, através das respetivas tutelas; f) A mobilização em permanência das equipas de Sapadores Florestais; g) A mobilização em permanência do Corpo Nacional de Agentes Florestais e dos Vigilantes da Natureza que integram o dispositivo de prevenção e combate a incêndios, pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P., através da respetiva tutela; h) O aumento do nível de prontidão das equipas de resposta das entidades com especial dever de cooperação nas áreas das comunicações (operadoras de redes fixas e móveis) e energia (transporte e distribuição); i) O reforço, pela GNR, das ações de patrulhamento (vigilância) e fiscalização terrestre e aérea através de meios das Forças Armadas, incidindo nos locais sinalizados com um risco de incêndio muito elevado e máximo; j) A mobilização de meios de apoio e resposta previstos nos planos de emergência, nomeadamente a nível municipal, de cisternas de água para apoio às operações de supressão ou outros equipamentos; k) O reforço da capacidade de atendimento do serviço 112; l) A dispensa de serviço ou a justificação das faltas dos trabalhadores, do setor público ou privado, que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, nos termos dos artigos 26.º e 26.º-A do Decreto-Lei n.º 241/2007, de 21 de junho, salvo aqueles que desempenhem funções nas Forças Armadas, forças de segurança e na ANEPC, bem como em serviço público de prestação de cuidados de saúde em situações de emergência, nomeadamente técnicos de emergência pré-hospitalar e enfermeiros do Instituto Nacional de Emergência Médica, I. P., Gabinetes da Ministra da Defesa Nacional, do Ministro da Administração Interna, da Ministra da Saúde, do Ministro do Ambiente e da Ação Climática e da Ministra da Agricultura e da Alimentação.
Arronches já vibra com a Feira das Atividades Económicas
08 jul '22 | Sociedade
Arronches já vibra com a Feira das Atividades Económicas
Depois de uma interrupção de dois anos, certame está de volta e foi ontem inaugurado no renovado Espaço Multiusos do Rossio.   Foi ao som dos acordes do grupo Pilha Galinhas que decorreu a inauguração da XI Feira das Atividades Económicas de Arronches, com a comitiva de entidades convidadas, liderada pelo presidente do Município de Arronches, João Crespo, a percorrer o espaço do certame ao final da tarde desta quinta-feira, dia 7 de julho. Ansiosa pelo regresso desta festa, a população de Arronches não se fez rogada, notando-se logo neste primeiro dia da feira uma grande afluência de público, numa primeira fase mais concentrado na zona da restauração, aproveitando posteriormente para conhecer os expositores presentes, desde a área destinada a associações, instituições, comerciantes e empresários do concelho à zona agropecuária e ao espaço automóvel, não esquecendo aqueles que levaram as suas crianças para se divertirem na zona infantil, uma das novidades deste ano. À noite, a multidão concentrou-se junto do palco do recinto, começando por apreciar a atuação do grupo coral ‘Vozes à Janela’, que pertence à Escola de Música de Arronches, antes de entrada em cena da artista principal deste primeiro dia de festa, Sónia Costa. Cara bem conhecida do público português, não só como cantora, bem como atriz ou apresentadora, Sónia Costa revisitou, nesta sua primeira atuação em Arronches, alguns temas dos seus mais de vinte anos de carreira, alternando com um tributo à artista norte-americana, Tina Turner. A festa vai já continuar nesta sexta-feira e prolonga-se até ao próximo domingo. Consulte o programa completo para conhecer todos os eventos que se vão realizar nos próximos dias.   Nota: Mais imagens no álbum de fotos completo na página do Facebook do Município de Arronches.
Informação – Altas temperaturas colocam concelho sob alerta
07 jul '22 | Ambiente
Informação – Altas temperaturas colocam concelho sob alerta
Tempo quente coloca Arronches, bem como os restantes concelhos da região, sob Aviso Amarelo e Laranja.   O concelho de Arronches, bem como todos os concelhos do Alto Alentejo e de outras regiões do país, vai estar nos próximos dias em alerta, devido às altas temperaturas que se farão sentir. Com efeito, as informações fornecidas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera indicam que este território estará, entre 09H00 de dia 7 e as 00H00 de dia 9 de julho sob Aviso Amarelo e desde as 00H00 até às 17H00 de dia 9, sob Aviso Laranja, devido à persistência de valores muito elevados da temperatura máxima. O Município de Arronches sublinha a importância da adoção de medidas preventivas, sobretudo por parte da população mais vulnerável ao calor,  como crianças nos primeiros anos de vida, idosos, portadores de doenças crónicas (cardiovasculares, respiratórias, renais e diabetes), obesos, acamados, pessoas com problemas de saúde mental e pessoas que tomam medicamentos, tais como, anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, antidepressivos, neurolépticos, entre outros. Abaixo se publicam algumas medidas importantes nesse sentido:   Proteja-se do sol e do calor - Evite a exposição direta ao Sol, em especial, entre as 11 e as 16 horas; - Na praia, mesmo debaixo do chapéu de sol não está protegido. A água do mar também reflete os raios solares podendo provocar queimaduras solares; - Sempre que se expuser ao Sol ou andar ao ar livre, use protetor solar (índice>30); - Use chapéu e óculos escuros (especialmente para pessoas de pele clara). Proteja a cabeça das crianças com chapéu de abas; - Use roupa solta, de preferência de algodão e aplique sempre protetor solar; - Nos dias de grande calor, os bebés e os idosos não deverão ir à praia; - Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais à sombra, frescos e arejados.   Beba e faça uma alimentação equilibrada - Aumente a ingestão de água ou de sumos de fruta naturais, sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede; - Evite bebidas alcoólicas e com elevados teores de açúcar; - Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes; - Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes podem não sentir sede. Ofereça-lhes água.   Refresque-se - Permaneça 2 a 3 horas por dia num ambiente fresco. Se isso não for possível em sua casa, visite centros comerciais, museus, cinemas ou outros locais com ar condicionado; - No período de maior calor tomar um banho de água tépida. Evite, no entanto, mudanças bruscas de temperatura.   Em casa - Evite que o calor entre. Corra as persianas ou portadas e mantenha o ar a circular; - Abra as janelas durante a noite; - Use menos roupa na cama, sobretudo, dos bebés e doentes acamados.   Em viagem - Se o carro não tiver ar condicionado não feche completamente as janelas; - Leve água ou sumos de fruta naturais sem adição de açúcar; - Sempre que possível viaje de noite; - Evite a permanência em viaturas expostas ao Sol, em especial, de crianças, doentes ou idosos.   Procure e dê ajuda - Não hesite em pedir ajuda a um familiar ou vizinho no caso de se sentir mal com o calor; - Informe-se periodicamente sobre o estado de saúde das pessoas isoladas, idosas ou com dependência que vivam perto de si e ajude-as a protegerem-se do calor.   Ajude a passar esta mensagem!   Se necessário ligue: Saúde 24 - 808 24 24 24 e em caso de emergência ligue 112.   Siga aqui, diariamente, os alertas lançados pelo IPMA: https://bit.ly/3yA3KNh   Siga aqui, diariamente, as previsões do Índice Ultravioleta: https://bit.ly/3dVhY3z   Siga aqui, diariamente, as Classes de Risco de Incêndio por Concelho: https://bit.ly/2vo8bvB
Piscina Municipal recebe prova dos Jogos do Alto Alentejo
05 jul '22 | Desporto
Piscina Municipal recebe prova dos Jogos do Alto Alentejo
Hidroginástica Sénior contou com a participação de atletas de Arronches, Elvas e Marvão.   O Município de Arronches integra uma vez mais os Jogos do Alto Alentejo, iniciativa que vai na vigésima edição e que entre abril e outubro vai colocar os atletas do distrito em atividade, num projeto que assenta em quatro pilares: os JAA – Adaptado; os JAA – Criança Ativa; os JAA – Recreativo e os JAA – Sénior. Foi precisamente no cumprimento dos objetivos definidos por este último que o concelho de Arronches recebeu, na tarde deste sábado, dia 2 de julho, a prova de Hidroginástica Sénior, que decorreu na Piscina Municipal Miguel Lagarto e que, além da participação dos munícipes de Arronches, contou ainda com a comparência de participantes oriundos de Elvas e Marvão. As coreografias estiveram a cargo da técnica de desporto do Município anfitrião, Carla Dias, que em duas aulas com pouco mais de trinta minutos coordenou os grupos, perante o olhar atento do presidente e do vice-presidente da Câmara Municipal de Arronches, respetivamente João Crespo e Paulo Furtado, bem como do vice-presidente do Município de Marvão, Luís Costa e ainda do técnico de desporto da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo, Duarte Claudino. De realçar que o concelho de Arronches vai voltar a receber uma prova dos 20.os Jogos do Alto Alentejo no próximo dia 3 de setembro, com a realização de mais uma Night Race.   Nota: Consulte o álbum de fotos completo na página do Facebook do Município de Arronches.