Ir para Conteúdo

Notícias

Esperança é “aldeia para o futuro”
20 jul '22 | Diversos
Esperança é “aldeia para o futuro”
Câmara Municipal de Arronches integra candidatura que vai ser apoiada pelo Novo Bauhaus Europeu.   O Município de Arronches, juntamente com as autarquias de Pampilhosa da Serra, Reguengos de Monsaraz, e Sabugal e ainda com a Comunidade Autónoma da Estremadura de Espanha, vai integrar o projeto, apoiado pelas Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e do Alentejo, assim como da Região Autónoma da Estremadura e com a colaboração das Redes Aldeias Históricas de Portugal e Aldeias do Xisto, denominado ‘Rede de Aldeias para o Futuro’ que foi candidato e um dos vinte selecionados no âmbito do Novo Bauhaus Europeu. O Novo Bauhaus Europeu é uma iniciativa que visa conceder apoios a projetos e ideias que contribuam para a criação de espaços que aliem simultaneamente beleza, sustentabilidade e inclusão, em quatro categorias: restabelecer a ligação com a natureza; recuperar um sentimento de pertença; dar prioridade aos lugares e às pessoas mais necessitadas e promover uma reflexão de longo prazo centrada no ciclo de vida e integrada no ecossistema industrial. A candidatura ‘Rede de Aldeias para o Futuro’ foi elaborada sob uma ideia matriz que assenta na procura por novas soluções para dinamizar e revitalizar aldeias com um papel estruturante na oferta de bens e serviços na sua envolvente territorial, intervindo em espaços públicos significantes da identidade local, para criar novas centralidades e estimular a sua apropriação para novos usos comerciais, sociais e culturais, a partir de abordagens contemporâneas, pensadas em conjunto com a comunidade e focadas na religação das atividades quotidianas com a natureza. Em Arronches, esta candidatura vai surtir efeitos na área envolvente da Ponte Internacional do Marco, em Esperança, onde se irá proceder à requalificação da área, respeitando a natureza que a envolve, através da aplicação de material de longa duração, da plantação de vegetação que requeira pouca manutenção, melhorando ainda a acessibilidade e dotando a área de coerência formal. Esta intervenção vai complementar aquela que o Município de Arronches já tem a decorrer na mesma área. Esta foi uma de duas candidaturas deferidas em Portugal, sendo a outra na ilha açoriana do Faial, e a aprovação da mesma vai garantir o apoio à concretização dos projetos com acompanhamento interdisciplinar por peritos internacionais designados pela Comissão Europeia, que em cada aldeia colocarão os seus conhecimentos técnicos especializados ao serviço dos projetos, auxiliando na definição das intervenções e na identificação de mecanismos de financiamento comunitários.