Ir para Conteúdo

Notícias

Assembleia fecha mandato com sessão de trabalho no Centro Cultural
16 set '21 | Institucional
Assembleia fecha mandato com sessão de trabalho no Centro Cultural
Última reunião ordinária do quadriénio 2017-2021 decorreu na noite desta quarta-feira, dia 15 de setembro.   Os membros da Assembleia Municipal de Arronches eleitos para o mandato de 2017-2021 marcaram presença no auditório do Centro Cultural de Arronches, onde decorreu a última reunião ordinária do quadriénio deste órgão presidido por José Bigares, que uma vez mais esteve acompanhado na Mesa pelos secretários Luís Ramalho e Francisco Corado. O grande destaque desta sessão vai para a proposta submetida pela Câmara Municipal que visava a aprovação da Estratégia Local de Habitação, um projeto que, com base no ‘1.º Direito - Programa de Apoio ao Acesso à Habitação’, tem como objetivo proporcionar a todos os cidadãos condições habitacionais dignas. Este é um projeto que aponta a um investimento superior a 3 milhões e 200 mil euros, ao longo de quatro anos, para a reabilitação de habitação social e construção de 10 fogos de habitação social de várias tipologias para realojamento de famílias com carências habitacionais em todo o concelho. A supracitada proposta foi aprovada por todos os presentes, tal como as propostas seguintes nas quais ficaram definidos os tarifários de 2022 da Participação Variável no IRS, da Taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis e da Taxa Municipal dos Direitos de Passagem, que se mantém inalterados em relação ao ano de 2021. Este órgão autárquico conferiu também o deferimento ao reconhecimento de postos de trabalho passíveis de atribuição de suplemento de penosidade. Na ordem de trabalhos desta sessão foram ainda incluídos dois assuntos que resultaram da última reunião do executivo municipal e que contaram também com a concordância da Assembleia Municipal, aprovando-se assim a 14.ª Alteração ao Orçamento Municipal de 2021 e às Grandes Opções do Plano de 2021/2024, promovendo-se igualmente a nomeação da empresa Isabel Paiva, Miguel Galvão & Associados, Lda. como revisor oficial de contas do Município para os anos de 2021 a 2023. A terminar, depois da presidente do Município, Fermelinda Carvalho dar a conhecer a informação atualizada sobre a atividade municipal, situação financeira e processos judiciais pendentes e após a aprovação de um voto de pesar pela morte do ex-presidente da República, Jorge Sampaio, alguns dos presentes quiseram deixar algumas palavras próprias de fim de mandato, com destaque precisamente para o discurso da edil de Arronches, que vai deixar o executivo municipal depois de vinte anos, oito como vereadora e doze como presidente. Fermelinda Carvalho afirmou que ao longo destes cinco mandatos procurou sempre tomar as melhores decisões em prol de uma terra que lhe é muito querida e sai com a convicção de ter feito um excelente trabalho, juntamente com os restantes membros dos executivos que integrou, a quem deixou uma palavra de agradecimento e de amizade, bem como às equipas que a acompanharam sempre, tal como às equipas opositoras, realçando que a oposição também é importante na governação. A autarca não quis de deixar de relembrar igualmente a importância da Assembleia Municipal e em especial dos presidentes da Mesa deste órgão autárquico, tal como os presidentes da Junta de Freguesia de Assunção, Esperança e Mosteiros com quem trabalhou. Uma menção ainda para todos os colaboradores do Município, representados pelos Chefes de Divisão que os lideraram, fundamentais para o bom funcionamento da autarquia. Por fim, uma palavra de agradecimento para todos os arronchenses, a quem endereçou votos das maiores felicidades no futuro.
Autarquia atribui apoios a coletividades do concelho
14 set '21 | Institucional
Autarquia atribui apoios a coletividades do concelho
Proposta foi aprovada por unanimidade na reunião do executivo que se realizou nesta segunda-feira.   O executivo da Câmara Municipal de Arronches, composto pela presidente Fermelinda Carvalho, pelo vice-presidente João Crespo e pelos vereadores Paulo Furtado, Nelson Velez e Carlos Rodrigues reuniu nesta segunda-feira, dia 13 de setembro, naquela que foi a primeira sessão do mês de setembro. O grande destaque desta reunião de Câmara foi a atribuição de apoio financeiro e logístico às coletividades desportivas e culturais do concelho para a realização das suas atividades, uma proposta que foi unanimemente aprovada pelo executivo e que complementa aquilo que o Município vem fazendo com a disponibilização de espaços municipais ou de transportes para as todas as associações e instituições de Arronches. A população continua igualmente a ter o apoio da Câmara Municipal, tendo sido aprovada a proposta que visa a oferta de cadernos de atividades aos alunos do concelho de Arronches. Ainda relacionado com a comunidade escolar, foram abertos os procedimentos concursais para recrutamento de dois Técnicos Superiores para lecionarem Atividades de Enriquecimento Curricular. O executivo deliberou também fazer uma alteração ao Orçamento Municipal de 2021 e às Grandes Opções do Plano de 2021-2024, tendo aprovado no ponto seguinte a adjudicação à empresa Isabel Paiva, Miguel Galvão & Associados, Ld.ª da prestação de serviços de revisores oficiais de contas. Noutro dos pontos da ordem de trabalhos, foi atribuído um subsídio à Associação PTG130, que levou a efeito o São Mamede Open Cycling, iniciativa turística e desportiva que teve como objetivo a promoção do ciclismo de Estrada e BTT e que foi coorganizada pelos Municípios de Marvão, Castelo de Vide, Portalegre e Arronches. Destaque ainda a aceitação das propostas que visam a instalação de duas empresas na Zona Industrial de Arronches, tendo a sessão terminado com a aprovação de 31 renovações e 3 novas concessões do Cartão Municipal do Idoso. No final, foi apresentado um voto de pesar pela morte do ex-presidente da República, Jorge Sampaio, o qual foi subscrito por todos os presentes.
Auditório de Arronches integra Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses
14 set '21 | Cultura
Auditório de Arronches integra Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses
Candidatura da Câmara Municipal foi aprovada com o equipamento cultural a fazer agora parte de mais de oito dezenas de entidades artísticas que passarão a funcionar em rede, para promover uma oferta cultural de qualidade e diversificada.   No sentido de combater as assimetrias regionais e para o fomento de coesão territorial no acesso à cultura e às artes em Portugal, a Direção-Geral das Artes criou a Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses, um instrumento estratégico que visa contribuir para incrementar a procura e oferta culturais, reforçar a circulação de obras artísticas, aumentar as coproduções entre entidades, fomentar a articulação programática entre equipamentos da rede, envolver agentes culturais e artísticos locais, desenvolver estratégias de mediação e apoiar boas práticas na transição digital, sustentabilidade ambiental, inclusão e  acessibilidade física, social e intelectual Consciente da importância que uma possível inclusão neste projeto teria para o Município de Arronches, a autarquia submeteu em meados deste ano um pedido de credenciação à Direção-Geral das Artes, tendo sido com satisfação que ficou agora a conhecer o deferimento da candidatura, pelo que já faz parte das mais de oito dezenas de entidades artísticas que integram a Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses. Fazendo parte deste projeto, a Câmara Municipal de Arronches tem agora a possibilidade de se candidatar ao concurso de apoio à programação da Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses, que abre em outubro, em data a anunciar.
Academia Sénior inicia ano letivo
14 set '21 | Sociedade
Academia Sénior inicia ano letivo
Sessão de abertura decorreu no Centro Cultural de Arronches, espaço que irá receber a maioria da atividade da instituição.   A Academia Sénior de Arronches iniciou nesta segunda-feira, dia 13 de setembro, o ano letivo 2021/22, com a sessão de abertura, realizada na sala de convívio do Centro Cultural de Arronches, a juntar alunos, dinamizadores e ainda o executivo do Município, representado pelo vice-presidente João Crespo e pelos vereadores Paulo Furtado e Nelson Velez. Depois de dar as boas vindas a todos os alunos, a coordenadora da Academia Sénior, Maria João Fernandes deu a palavra ao vice-presidente da Câmara Municipal. João Crespo mostrou-se satisfeito com o regresso ao trabalho da instituição, relembrando que de ano para ano a Academia tem vindo a crescer, o que demonstra o bom trabalho realizado quer por alunos, quer por dinamizadores, defendendo a manutenção desta aposta da autarquia no futuro. Por sua vez, Maria João Fernandes, depois de apresentar os dinamizadores das várias disciplinas, explicou aos alunos como se vai desenrolar o dia-a-dia da instituição, com as aulas a terem lugar como habitualmente no edifício do Centro Cultural, com o cumprimento integral de todas as medidas de segurança para evitar a transmissão da infeção por Covid-19. Este primeiro dia do ano letivo foi ainda abrilhantado pela atuação da Tuna da Universidade Sénior da Escola Silvina Candeias, de Portalegre.
Informação – Precipitação e Trovoada colocam Arronches sob Aviso Amarelo
13 set '21 | Ambiente
Informação – Precipitação e Trovoada colocam Arronches sob Aviso Amarelo
Aviso emitido pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil diz respeito aos dias 13, 14 e 15 de setembro. Segundo informação divulgada pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, com base nas previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o concelho de Arronches, assim como todo o distrito de Portalegre, vai estar sob Aviso Amarelo entres os dias 13 e 15 de setembro. Ao longo deste período espera-se a ocorrência de aguaceiros, por vezes fortes, de granizo e acompanhados de rajadas de vento forte e ainda de trovoadas frequentes e dispersas, pelo que a Câmara Municipal de Arronches relembra a população para a importância de adotar as medidas de proteção que abaixo se transcrevem:
  • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade;
  • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • Evitar circular nas supracitadas vias com veículos pesados, em particular articulados, veículos com reboque e veículos de tração traseira;
  • Ter especial cuidado na circulação junto de zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a estes fenómenos;
  • Prestar atenção aos grupos mais vulneráveis (crianças nos primeiros anos de vida, doentes crónicos, pessoas idosas ou em condição de maior isolamento, trabalhadores que exerçam atividade no exterior e pessoas sem abrigo);
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.