Ir para Conteúdo

Informação – Aviso Amarelo prolongado até 17 de julho

14 jul '21 | Ambiente

Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta para a persistência de valores elevados da temperatura máxima até ao próximo sábado.

 

As elevadas temperaturas que se têm feito sentir nos últimos dias em todo o país vão continuar até ao próximo sábado, com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera a colocar 16 distritos de Portugal continental sob Aviso Amarelo até ao próximo sábado. No caso do distrito de Portalegre, onde está inserido o concelho de Arronches, o referido Aviso coloca a região em alerta entre as 10H00 de dia 15 e as 05H00 de dia 17 de julho, período no qual é esperada a persistência de valores elevados da temperatura máxima.

A Câmara Municipal de Arronches relembra que é fundamental adotar medidas preventivas, sobretudo por parte da população mais vulnerável ao calor,  como crianças nos primeiros anos de vida, idosos, portadores de doenças crónicas (cardiovasculares, respiratórias, renais e diabetes), obesos, acamados, pessoas com problemas de saúde mental e pessoas que tomam medicamentos, tais como, anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, antidepressivos, neurolépticos, entre outros. Abaixo se publicam algumas medidas importantes nesse sentido:

 

Proteja-se do sol e do calor

- Evite a exposição direta ao Sol, em especial, entre as 11 e as 16 horas;

- Na praia, mesmo debaixo do chapéu de sol não está protegido. A água do mar também reflete os raios solares podendo provocar queimaduras solares;

- Sempre que se expuser ao Sol ou andar ao ar livre, use protetor solar (índice>30);

- Use chapéu e óculos escuros (especialmente para pessoas de pele clara). Proteja a cabeça das crianças com chapéu de abas;

- Use roupa solta, de preferência de algodão e aplique sempre protetor solar;

- Nos dias de grande calor, os bebés e os idosos não deverão ir à praia;

- Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais à sombra, frescos e arejados.

 

Beba e faça uma alimentação equilibrada

- Aumente a ingestão de água ou de sumos de fruta naturais, sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede;

- Evite bebidas alcoólicas e com elevados teores de açúcar;

- Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes;

- Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes podem não sentir sede. Ofereça-lhes água.

 

Refresque-se

- Permaneça 2 a 3 horas por dia num ambiente fresco. Se isso não for possível em sua casa, visite centros comerciais, museus, cinemas ou outros locais com ar condicionado;

- No período de maior calor tomar um banho de água tépida. Evite, no entanto, mudanças bruscas de temperatura.

 

Em casa

- Evite que o calor entre. Corra as persianas ou portadas e mantenha o ar a circular;

- Abra as janelas durante a noite;

- Use menos roupa na cama, sobretudo, dos bebés e doentes acamados.

 

Em viagem

- Se o carro não tiver ar condicionado não feche completamente as janelas;

- Leve água ou sumos de fruta naturais sem adição de açúcar;

- Sempre que possível viaje de noite;

- Evite a permanência em viaturas expostas ao Sol, em especial, de crianças, doentes ou idosos.

 

Procure e dê ajuda

- Não hesite em pedir ajuda a um familiar ou vizinho no caso de se sentir mal com o calor;

- Informe-se periodicamente sobre o estado de saúde das pessoas isoladas, idosas ou com dependência que vivam perto de si e ajude-as a protegerem-se do calor.

 

Ajude a passar esta mensagem!

 

Se necessário ligue:

Saúde 24 - 808 24 24 24 e em caso de emergência ligue 112.

 

Siga aqui, diariamente, os alertas lançados pelo IPMA:

https://bit.ly/3yA3KNh

 

Siga aqui, diariamente, as previsões do Índice Ultravioleta:

https://bit.ly/3dVhY3z

 

Siga aqui, diariamente, as Classes de Risco de Incêndio por Concelho:

https://bit.ly/2vo8bvB